Crise econômica de 1929 e seus efeitos

Crise econômica de 1929 e seus efeitos. Também chamada de “Grande Depressão” ou “Quebradeira de1929”, a Crise Econômica de 1929 foi uma das maiores crises econômicas dos Estados Unidos, que atingiu não só a América do Norte, mas o cenário mundial. Fábricas fecharam, milionários foram a falência, a fome e a miséria tomou conta de [...]Crise econômica de 1929 e seus efeitos is a post from: Turista Malemolente

27/09/2011 | Turista Malemolente | Entretenimento | crise econômica

Postagens Relacionadas

Redução de tributos, concessão de créditos governamentais e as consequências sociais: Uma análise da situação brasileira em 2009

Em setembro de 2007, desencadeou-se a maior crise econômica mundial após a quebra da Bolsa em 1929, ocasionado pelos títulos subprime, isto é, títulos de hipotecas de cidadão americanos que financiaram sua casa, e não conseguiram honrar esse compromisso, que foram vendidos pelas instituições financeiras desse país para credores de todo o planeta, gerando o famoso "efeito cascata".A partir do fim de 2008, começou-se a sentir os reais efeitos da crise econômica, pela falta de crédito no [...]

27/09/2011 | Tudo é Relativo | crise econômica

A GRANDE DEPRESSÃO - CRISE DE 1929 - Recessão econômica - Efeitos negativos - As causas - Estados Unidos - Quebra da Bolsa de Nova Iorque - O combate

Também conhecida como a Crise de 1929, a Grande Depressão foi uma grande recessão econômica que teve início em 1929, e que persistiu ao longo da década de 1930, terminando apenas com a Segunda Guerra Mundial. A Grande Depressão é considerada a pior e o mais longo período de recessão econômica do século XX. Este período de recessão econômica causou altas taxas de desemprego, quedas drásticas do produto interno bruto de diversos países, bem como quedas drásticas na produção industrial, p [...]

27/09/2011 | Doutor Google | recessão

Saída à direita da crise econômica somente acirrará o caos social

por Otto Filgueiras A crise econômica que atingiu os Estados Unidos em 2008 e se irradiou ao resto do mundo, inclusive ao Brasil, não acabou. Trata-se de uma crise de super-acumulação de capital, que se manifesta, ao mesmo tempo, em superprodução, subconsumo e desproporções setoriais, sendo nessa dimensão semelhante às grandes crises do capitalismo, a exemplo daquela de 1929.  Segundo o economista Luiz Filgueiras, professor-pesquisador da Faculdade de Ciências Econômicas da Univer [...]

27/09/2011 | Ousar Lutar!!! Ousar Vencer!!! | crise econômica

ENSINAMENTOS SOBRE A CRISE. SERÁ? (5)

(... continuação)====5 - Mais de um ano e meio depois do primeiro sinal de que o mercado financeiro internacional tinha problemas sérios, dado em agosto de 2007, não há mais dúvida quanto à profundidade e ao caráter global da crise - a mais séria desde a Grande Depressão de 1929, ouve-se repetidamente. Certificar-se de que os erros cometidos em 1929 não se repitam parece pautar a reação da política econômica americana. Onde estamos na crise e o que esperar da reação de política econômi [...]

27/09/2011 | FALA MARISCO! | crise

Cenário econômico europeu e brasileiro

“Estamos próximos de completar dois anos do início da mais grave crise internacional desde o crash da bolsa de Nova York, em 1929, mas os reflexos ainda se fazem sentir fortemente. Basta ver o ambiente econômico da Europa. José Dirceu, Brasil Econômico Em solo europeu, a partir da revista alemã Der Spiegel, o debate em torno das soluções chegou a um novo plano, semelhante ao New Deal americano, traçado para superar a crise de 1929. O cerne desse novo plano é o lançamento de títulos par [...]

27/09/2011 | Oekonomikós | novo plano